Região:

min

max

Anuncie aqui

Soltura de pipas: confira regras e dicas para evitar acidentes

Três pessoas sofreram ferimentos provocados por linhas com cerol em menos de sete dias em Araçatuba (SP)

Por Redação
(Atualizado em 06/07/2022 - 7h19)
Compartilhar

Em menos de sete dias, três moradores de Araçatuba (SP) sofreram ferimentos provocados por linhas com cerol enquanto andavam de moto.

Na última sexta-feira (1º), Silvia Cristina Marim de Sousa, de 47 anos, teve um corte profundo na região do maxilar. Ela foi socorrida às pressas e encaminhada para a Santa Casa.

Em entrevista, a vítima revelou que pediu ajuda ao menino que estava com a pipa na mão, mas não foi atendida e precisou acenar para motoristas que passavam pela rodovia Eliezer Montenegro Magalhães.

Como durante as férias escolares a soltura de pipas aumenta, o temmais.com reuniu dicas de cuidados e segurança, bem como as regras e penalidades.

 

Multa e fiscalização

Em Araçatuba, a fiscalização da soltura de pipas é realizada pela Guarda Municipal.

Ao todo, 15 carretéis grandes de linha com cerol e 32 pipas foram apreendidos por equipes da corporação desde o início deste ano.

Segundo o guarda Jorge Correa da Silva, quem for flagrado soltando pipas em vias públicas recebe autuação de R$ 320. Se as linhas usadas estiverem com cerol, a multa sobe para R$640,00.

“Caso a soltura aconteça em locais apropriados, só haverá multa se houver cerol, sendo no valor de R$300,00”, diz.

Moradores que presenciarem pessoas soltando pipas em locais proibidos devem fazer denúncia pelos números 190, 153 ou 3636-1240.

“A guarda municipal mantém constante fiscalização para esse tipo de demanda e tem feito muita apreensão de pipas nos últimos meses”, explicou.

 

Prevenção

Para prevenir acidentes, quem transita nas vias com motos e bicicletas precisa redobrar a atenção. Instalar equipamentos também pode ajudar, afinal, na maioria das vezes, é impossível notar a aproximação da linha em cima dos veículos.  Existem antenas que possuem um estilete na ponta que corta a linha. Elas devem ser instaladas próximo ao guidão da moto.

 

Antena corta pipa (Foto: Shopee)

 

Além do cerol, outro perigo na hora de soltar pipas é a rede elétrica. Um levantamento feito pela CPFL Energia identificou crescimento nas ocorrências de pipas na rede elétrica. Apenas nas cidades da região de Araçatuba, 169 casos foram registrados no último ano.

 

Confira dez dicas básicas para soltar pipa com segurança 

1 – Empine pipas longe de rede elétrica, em locais onde não exista nenhum tipo de cabo de energia;

2 – Dê preferência a espaços abertos, como praças, parques e campos de futebol para usar o brinquedo;

3 – Evite também soltar pipas em canteiros centrais de ruas, avenidas ou rodovias, locais onde existe fluxo de veículos;

4 – Nunca use cerol ou a linha “chilena”, eles são proibidos por lei (Lei Estadual – Nº 12.192, de 2006);

5- Evite também as “rabiolas”, pois elas enroscam nos fios elétricos, desligando o sistema, podendo provocar choques elétricos, muitas vezes fatais;

6 – Não utilizar papel alumínio na confecção da pipa, pois é perigoso, este material pode provocar curtos-circuitos;

7 – Caso a pipa enrosque nos fios, não tente soltá-la. O melhor a fazer é desistir do brinquedo;

8 – Nunca tente resgatar ou remover uma pipa com canos, bambus, ou laçar o brinquedo na rede elétrica com uso de linhas. Essas atitudes podem representar sério risco à vida;

9 – Não solte pipas em dias de chuva, com incidência de descargas atmosféricas (raios). Ela funciona como pára-raios, conduzindo energia;

10 – Não se deve subir nas lajes das casas para empinar a pipa. Nesse caso, além de se aproximar da rede elétrica, qualquer distração pode causar uma queda.